sábado, 12 de março de 2011

Mas não é?

Fico aqui refletindo sobre as pessoas que vivem para o drama, para a tempestade no copo d'água, para só falar de problemas , e coisinhas ridículas. Sinceramente? acho entediante , sério. Enche o saco conversar com pessoas que só sabem falar de coisas ruins ou totalmente idiotas.
''Que dor de cabeça'' , ''ai to enjoada'' ''ai to com dor nos cílios'' pooooooooooxa, será que tem como uma pessoa estar com dor em algum lugar e ficar conversando de boa ou rindo? eu não consigo, quem consegue me ensina como faz isso. Não estão com nada, essa é a verdade, e se estão, estão tipo com um desconforto longe tão longe que nem dá pra sentir.
Tem horas que eu me revolto com isso, sério.
As pessoas quase ou não me vêem falando de problemas porque eu não gosto de ficar enchendo a cabeça das pessoas, preciso desabafar, desabafo, falo o que tenho pra falar e acabou. Eu não gosto de ter a impressão que estou enchendo o saco da pessoa.
Quem lê isso, até pensa que sou desumana que não escuto ninguém que não tenho saco pra ninguém, eu escuto quantas vezes tiver que escutar, dou conselhos, mas todo mundo tem seu limite, e o meu até que é beeeeeem extenso.
Sou muito paciente em relação a problemas alheios, a conversas.
Espero não ter parecido intolerante e grossa, porque eu tenho doutorado nisso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário